domingo, 31 de maio de 2015

Choco

Faz hoje uma semana que a “Pretinha” começou a chocar. Daqui a mais duas semanas devem nascer os pintainhos. A “Farrusca” também, está a chocar, mas não sei à quanto tempo. A “Mimosa” também está no choco, e há muito tempo, os patinhos devem estar para nascer muito em breve. Mas estão num local inacessível, a pata arranjou um esconderijo por debaixo das alfaias agrícolas.


 


 

sexta-feira, 15 de maio de 2015

Framboesas

O estado das framboesas. Estão completamente cobertas de folhas, já tapam os arames que lhes servem de suporte e formam vedação por completo. Estão carregadas de flores e alguns cachos já tem frutos.

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Roseiras

DSC_0023DSC_0010DSC_0012DSC_0073DSC_0068DSC_0069DSC_0155DSC_0161DSC_0147DSC_0148DSC_0154

Por cada canto da horta existe uma roseira, há-as de várias cores: brancas, amarelas, vermelhas, laranjas, cor de rosa. Estão cheias de flores, algumas já abertas e outras cheias de botões. Este colorido vai ficar por cá até ao Outono.

quarta-feira, 13 de maio de 2015

Estragos do temporal

O temporal da semana passada, provocou vários estragos cá na horta. Ramos das árvores partidos (essencialmente figueiras), ferro da ramada dos maracujás derrubado, pérgula das roseira tombou e partiu os encaixes do arco, fruta toda no chão, paus da estufinha partidos e plástico rasgado. Enfim, vários estragos que aqui fez. A fruta foi uma peninha, pois adivinhava-se um ano de muita fruta e boa e perdeu-se uma grande parte dela.

DSC_0017DSC_0022DSC_0020DSC_0008DSC_0005DSC_0006DSC_0007DSC_0004DSC_0013DSC_0014DSC_0015

Reparem na quantidade de ameixas e pêssegos que foram parar ao chão.

domingo, 3 de maio de 2015

Kiwi

Os kiwis ainda à pouco tempo estavam completamente nus, só caules castanhos. Agora já estão cobertos de folhagem e botões de flores. Depois surgem os frutos pequeninos que vão crescer até ao Inverno. É uma das plantas frutícolas que mais tempo demoram a desenvolver a fruta, estou a lembrar-me também dos tamarilhos e citrinos que estão de momento a florir, mas que só iniciamos a colheita no fim do Outono inicio do Inverno. Enquanto que grande parte de outras frutas, florescem agora e para colhermos os frutos no Verão, o desenvolvimento dos frutos nestes casos dá-se em menos tempo.

DSC_0654DSC_0651DSC_0652DSC_0672DSC_0653DSC_0671

sábado, 2 de maio de 2015

Feliz dia da MÃE

FELIZDIA DA MAE BLOGUE

Horta da ramada

Debaixo da ramada está semeado um carreiro de girassóis e três de feijão e milho. Os girassóis e o milho são para alimentar a bicharada. Os girassóis também são para alegrar ainda mais esta horta, vai ficar com uma intensidade de cor espetacular. O milho também serve de estaca ao feijão e quem sabe se também irá ser para fazer pão a ir coser no velho forno a lenha. Este espaço é ladeado à esquerda pelas sebes que são fronteira com o terreno do vizinho. E do lado direito por um carreiro de feijocas que pelo meio tem plantado várias flores: brincos de princesa, roseiras, alecrim…

DSC_0694DSC_0697DSC_0695DSC_0650

Do lado de cima deste pedaço da horta tem estes dois regos de ervilhas. Brevemente, e quando parar a chuva vou aparar as sebes porque senão os girassóis não vão ter espaço aéreo para crescerem e tombaram para cima do milho e feijão.

Couve galega

As couves galegas estão muito viçosas, com a terra estrumada e picada, temperaturas amenas e chuvinha, tem reunidas as condições ideais para se desenvolverem. Esta torna delas ainda são novas, mas crescem a olhos vistos, é cada folha! Os bichinhos cá de casa agradecem, pois consolam-se com esta iguaria. Eu digo iguaria, porque apesarem de comerem de tudo que venha da horta e gostarem de variedade, não dispensam as folhas de couve galega verdinhas e inteiras para bicarem. Até se sente o cheirinho a couve fresca quando deitamos uma mão cheia delas à bichara e estes começam a pica-las.  

DSC_0645DSC_0642DSC_0643DSC_0644