domingo, 29 de novembro de 2015

Lírio-tocha ou Tritoma

Ainda houve uma pausa para observar os lírios-tocha ou tritomas que estão em flor.

DSC_0137DSC_0142DSC_0134DSC_0136DSC_0139

Pomar

E depois de tudo limpo, temos o chão do pomar desimpedido para chegar aos citrinos. Entretanto o dia vai nascendo e chegam os primeiros raios de sol para aquecer esta manha de domingo.

DSC_0143DSC_0144DSC_0145DSC_0146DSC_0147DSC_0148

As acrobacias da Tuca

DSC_0126DSC_0127DSC_0128DSC_0129DSC_0130

Tuca na mira dos passarinhos

Continuo com a companhia da Tuca, desta vez a mirar os passarinhos.

DSC_0122DSC_0121DSC_0263DSC_0264DSC_0318

Tuca

Sempre com a companhia da Tuca que se diverte subindo e descendo das árvores.

DSC_0083DSC_0085DSC_0086DSC_0087DSC_0088

Limpeza do chão do pomar

Não estava no plano das minhas tarefas para hoje efetuar a limpeza das folhas do chão do pomar, mas dada a quantidade de folhas que já tinha e para termos acesso à colheita dos citrinos sem andar a pisar as folhas, resolvi limpar. Mais uma vez a vassoura de folhas e o saco são importantíssimos para esta tarefa.

DSC_0077DSC_0078DSC_0079DSC_0081DSC_0080DSC_0082DSC_0089DSC_0090DSC_0091DSC_0092

Na sua maioria são folhas do castanheiro, do diospireiro, das fiteiras e ramos novos do citrinos que surgem imensos pelos troncos e é necessário corta-los.

Limpeza e poda

Depois de arrumar as estacas do passeio, passei à podas das plantas de circundam a passagem. De vez em quando tenho que as podar. Se não o fizesse deixava de ter passagem, porque elas crescem para todos os lados e em pouco tempo cobriam tudo. A poda também é muito importante para a saúde e crescimento das plantas. 

DSC_0068DSC_0069DSC_0070

Vista de um lado do passeio da eira; vista do outro lado do passeio; o chão já coberto com “a poda”

DSC_0071DSC_0072DSC_0073

A visita do Rex. É muito independente, chega, aproxima-se, cumprimenta e vira costas e vai embora passeio fora. Também podei uns 3 m das sebes de alfazema do passeio central.

DSC_0075DSC_0076

Mais uma vez aqui o carrinho, faz muito jeito, aqui está a servir de recipiente para transporte das ferramentas, mas também serve para acartar coisas da horta, sei lá, colheitas de cebolas, de batatas, de abóboras, poda, inertes… apesar que para isso uso este saco.  Excluindo a enxada, este saco foi uma das melhores aquisições que fiz de materiais para uso na horta. Segura-se em pé devido a uma tira que tem a toda a volta na parte de cima do saco, tem grande capacidade de litros o que permite transportar muitas folhas e resultados da poda de uma só vez. Este saco não é adequado para transportar colheitas, por exemplo de batatas, aboboras, cebolas, porque teríamos que colocar pouca quantidade devido ao peso. Mas é ótimo para transportar todo o género de restos da horta para a compostagem.